Moeda Fiduciária (ou Fiat)

Moeda emitida por um banco central, onde não existe um contravalor real definido, não podendo assim ser convertida, por exemplo, por um valor fixo em ouro. A moeda fiduciária não possui valor intrínseco (o papel utilizado na produção das notas não tem, em princípio, qualquer valor económico), mas é aceite em troca de bens e serviços, porque os cidadãos confiam que o banco central manterá o valor da moeda estável ao longo do tempo. Se o banco central não cumprir esse objetivo, a moeda fiduciária poderá deixar de ser aceite como meio de troca e de ter interesse como reserva de valor. O sistema monetário internacional atual, é composto apenas por moedas fiduciárias, como o Euro, USD, JPY, GBP, CHF, apenas para citar algumas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *